. . *Um escrito…   Leave a comment

 

 

 

Publicado 16 de setembro de 2011 por policxenia em SENTIMENTOS...

ABRINDO PORTAS   Leave a comment

Carinho Eterno   Leave a comment

*

*

*

*

*

 

A QUEM OFERECÊ-LO?

 

Por que é tão difícil dar carinho?

Se ele é a mais profunda demonstração

De amor que um ser humano pode dar.

Por que é tão difícil oferecer afeto?

Se ele nasce do mais profundo

Sentimento que vem lá de dentro

Da alma e do coração.

Por que são tão difícil as pessoas

Quererem aceita-lo sem confundir

Com o amor posse e castrado?

Difícil…

Hoje isso me parece ser fatal

Uma infeliz escolha sentenciada

Para quem o oferece de coração.

Então fazer o que?

Colocá-lo dentro de uma caixa

Como se um presente fosse

E guardá-lo em um armário

Aguardando um alguém pronto

E preparado para recebê-lo?

Vende-lo para alguém comercializá-lo?

Ou simplesmente doá-lo a quem

De pura alma saiba ganha-lo?

Difícil doar e espalhar amor.

(Policxenia)

 

  Leave a comment

*

*

*

*

*

*

*

*

*

*

*

*


Publicado 23 de junho de 2011 por policxenia em Sem categoria

AGUARDANDO A LIBERDADE…   Leave a comment

*

*

*

*

*

*

*

*

*

Publicado 22 de junho de 2011 por policxenia em Sem categoria

Coração de cada dia…   Leave a comment

O QUE NADA SIGNIFICA NÃO DÓI ASSIM…   1 comment

*

*

Sentimento

Tem dias que uma simples frase faz a diferença

As vezes pra te dar força

Outras pra te por lá em cima

E algumas pra tocar em algo

Que ainda continua ferido.

Não sei por que, mas essas palavras mexeram lá no fundo:

Então resolvi registrá-las aqui.

Aí vai:

 
 
 
 

“Nada é para você

nada era para você

nada resta para você

para sempre”

*

“A melodia viaja a partir da pele”

*

“O império da humanidade, esta em cada um de nós.

Somos imperadores, sonhadores e amantes.”

*

Publicado 4 de abril de 2011 por policxenia em Sem categoria